31 de outubro de 2014

Pediatras que fazem a diferença no mundo - Dr José Martins filho

Já declarei aqui que sou fã do Dr. Carlos González, pediatra espanhol que, ao meu ver, é um grande ativista pelo Aleitamento materno e a Criação com Apego (Attachment Parenting) baseada em evidências científicas.
O Dr. José Martins Filho, aqui no Brasil, desenvolve um trabalho tão importante quanto ele.
"Dr. José Martins Filho, Pediatra graduado em Medicina na USP e Doutorado em Medicina na UNICAMP. Professor titular de Medicina, Professor Emérito da UNICAMP e Vice Reitor depois Reitor da mesma universidade.
Também foi diretor da Faculdade de Medicina, após ter sido Chefe do Departamento de Pediatra por doze anos. Membro da Sociedade Brasileira de Pediatria, honrado recentemente com o título acadêmico, ocupando a cadeira número 21 da Academia Brasileira de Pediatria.
Escritor de oito livros publicados, pediatra atuante, conferencista e âncora do Programa Conexão Brasil, TV Século 21 de Campinas. Luta pela causa do Aleitamento Materno há mais de 40 anos.
Lutou  pelo aumento da licença de três meses para quatro meses através do grupo de estímulo ao aleitamento materno da Sociedade Brasileira de Pediatria e do Ministério da Sáude, no INAN (Instituto Nacional de Alimentação e Nutrição)."
 
Assim como já falei sobre os "pediatras-dinossauros", que insistem em fundamentos antigos que já caíram por terra, não apóiam verdadeiramente o aleitamento materno, etc; é mais importante ainda que a gente valorize (e muito) quem faz um trabalho oposto, pro bem.

Mais do que pediatras, profissionais de saúde como o Dr. Martins, são importantes ativistas pela maternidade e infância.

E então, ontem tive a oportunidade de ir pessoalmente ver uma pequena palestra do Dr. Martins, no lançamento de seu novo livro: "O nascimento e a família: Alegrias, surpresas e preocupações" pela editora Papirus.
Chegamos um pouco atrasados (eu, marido e Pietro), e sentamos lá no fundo. Como o auditório é pequeno, pude ouvir muito bem, e ao final algumas pessoas fizeram perguntas.
O Dr Martins falou sobre as consequências de se ignorar o choro das crianças. Falou sobre as pesquisas sendo feitas pelo ramo da neuropsicologia, e em como a falta de carinhos dos pais afeta mentalmente e físicamente a saúde das crianças.
Eu acho incrível e tenho a impressão, como leiga que sou, de que essa área da medicina deu um salto enorme em questão de comprovações científicas pra coisas que antigamente nem se falavam sobre.
Até pouco tempo (me refiro à minha época tá? :P) se falava somente em criar adultos independentes, e pra isso a frieza dos pais era fundamental.
Deixar chorando (vide o post do Nana Nenê), não pegar no colo, não amamentar no peito, um monte de "nãos" que foram afastando pais e filhos e consequentemente resultando em adultos inseguros, depressivos, e afins.
Culpa dos pais? Não acho.
Há tempos atrás a informação vinha dos profissionais de saúde e dos livros, já que não existia internet. E graças às novas pesquisas e estudos, temos a oportunidade hoje em dia de fazermos diferente. Fazermos melhor.
Bom, é isso. Estou super feliz de ter dado um abraço no Dr Martins, e ter meu livro autografado.
Depois conto o que achei sobre o livro, mas tenho certeza de que é uma leitura que vale a pena e só vem a agregar coisas boas à aventura de ser mãe. 
[site] Dr.JoséMartinsFilho: http://pediatrajosemartinsfilho.wordpress.com

[vídeo] Os primeiros mil dias das crianças (Instituto Alana):  
https://www.youtube.com/watch?v=90D56DzIz1Q

[vídeo] ALIENAÇÃO PARENTAL(Canal Webfilhos): 
https://www.youtube.com/watch?v=urHD80ZKUwg

Um comentário:

  1. Que bacana você postar sua visão! Vou cimpartilhar, queria muito ir nesse dia, pena que com uma dor de cabeça horrível e as 3 crianças pra trocar de roupa e marido que tinha acabado de chegar de viagem. Enfim... rsrs muito bom ter vc como representante das famílias que não tiveram a oportunidade de comparecer, e com certeza vou comprar o livro. Bjss

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget