21 de maio de 2012

Domingo sem graça e sem palhaço

Há algumas semanas atrás, anunciaram que haveria um evento para as crianças da região, com brincadeiras e a atração principal seria um show com a dupla Patati e Patatá.
Você pode pensar: mas é lógico que isso não era verdade, até parece que os caras originais iriam pra um bairro de pobre. Ok. Mas o que eu estava esperando era uma dupla falseta se passando por eles. Porém, estamos falando de crianças. Sonhos de crianças (coisa que muito adulto já deixou de ter).
Chegamos lá por volta das 14h30- eu, meu marido, minha mãe e o Pietro, ansiosíssimo pra ver o tal show, assim como todas as outras crianças que estavam lá desde as 14h.
Haviam muitas crianças e entre elas, crianças de cadeiras de rodas, crianças de colo, maiores, etc.
Eu já estava estressada de ficar no meio da multidão e disse para o Pietro para irmos à casa da minha mãe, esperar lá o show, pois dava pra ouvir da casa dela tudo que se anunciava ao microfone. Inclusive o homem lá falava toda hora que a dupla Patati Patatá estava chegando, aumentando ainda mais a ansiedade das crianças.
Enfim, fomos à casa da minha mãe e ficamos por lá, tentando ouvir o que era anunciado no show. Tomamos café da tarde e o Pietro ficou brincando com o vovô.
De repente ouvimos alguém gritando no microfone. Era por volta das 18h e alguém estava xingando. Até que anunciaram que a dupla não viria mais.
Inventaram uma desculpa, e simplesmente não teve nem um showzinho "falseta" pras crianças.
Deu pra ouvir a revolta de lá, e aos poucos foram todos embora.
O Pietro, sem entender nada ficou pedindo pra eu levá-lo lá pra ver o show. Daí tive que explicar para ele que não se tratava da dupla original, e que eles tinham cancelado o show.
A minha sorte é que ele logo se distraiu, apesar da expressão de desapontamento no rostinho dele. Mas fiquei pensando em todas aquelas crianças, que esperaram debaixo de sol por horas e não viram nada.
Mandei um e-mail no site original do Patati e Patatá do Sbt contando o ocorrido. Não sei se vão ler mas para mim isso só serviu pra ver do que o ser humano é capaz. Iludir e enganar crianças para conseguir dinheiro (tudo que tinha lá de comer e beber era caro) e ganhar votos (a festa tinha o apoio de um vereador da cidade de Campinas). Enquanto a humanidade agir assim, ficaremos vivendo nesse mundo podre e materialista em que já estamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget