14 de setembro de 2012

Pietro e a tal "Roséola"

Alguns dias depois do aniversário de 3 anos, o Pietro começou a apresentar um quadro de febre.
Brincou normalmente durante o dia na casa da vovó (com o vovô de folga) e chegou em casa um pouco quentinho. Só que durante a noite a febre foi aumentando até chegar nos 39 graus!
Ficamos desesperados, e meu marido saiu pra comprar o Alivium (Ibuprofeno) que ele toma pra febre desde quando era bebê e começaram a nascer os dentes.
Enquanto ele foi buscar o remédio, molhei uma toalha de rosto e coloquei na testinha do Pietro. Demos o Alivium e a febre baixou.
No dia seguinte, não fui trabalhar e o levamos ao pronto-socorro. Estava preocupadíssima com essa onda de viroses, catapora, caxumba e dengue propagadas pelo tempo seco.
O pediatra que o examinou disse que não seria nada grave, e que aparentemente a garganta dele estava inflamada. Falou para continuarmos com o Ibuprofeno de 6 em 6 horas e que observássemos. Disse que provavelmente a febre passaria em no máximo três dias, e caso contrário a gente teria que voltar lá.
Também falou que talvez saíssem umas manchinhas como se fosse um "sarampinho", mas que não era nada grave e que passaria logo. Até falou o nome disso, mas na correria eu esqueci!
A febre passou 2 dias depois, e o Pietro estava ótimo até começar a se coçar.
No início achei que eram picadas de pernilongo, mas durante o dia a coceira foi aumentando até que de noite ele estava  cheio de manchinhas vermelhas pelo corpo, se coçando.
Fiquei desesperada de novo (como sempre rs) e saí perguntando para minhas amigas no Facebook, que são mães, o que aquilo poderia ser.
Me disseram que poderia ser Catapora, Dengue... e Roséola.
Confesso que só cheguei a esse nome porque uma amiga, a Erika, que tem dois filhos citou a tal Roséola. E eu acho que foi isso que o pediatra tinha falado. Mas pesquisando melhor, parece ser uma coisa muito comum em crianças pequenas!
Passamos amido de milho (maisena) pra aliviar a coceira, e em questão de horas as manchinhas sumiram.
Enquanto eu estava lendo pro meu marido as respostas das minhas amigas no facebook, o Pietro ouviu e falou: "É isso que eu tenho, mamãe! É Roséola!"

Caímos na risada apesar da tensão, mas em poucas horas ele sarou. Passei a noite observando, e caso ele piorasse teríamos que levá-lo ao hospital, mas ainda bem que passou!

No dia seguinte já não tinha mais nada.
Na dúvida, é bom consultar um pediatra... Mas dicas de outras mães também ajudam bastante!

Para saber mais:
http://dicasdepediatria.blogspot.com.br/2009/07/roseola-infantil-exantema-subito.html

http://brasil.babycenter.com/baby/saude/roseola/

http://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/roseola-exantema-subito/

Obrigada às mamães que sempre me socorrem com as dicas :)

Um comentário:

  1. Carol, aprendi mais uma coisa...rs essa tal de Roséola! Juro pra vc, que cpm 3 filhos e com a minha idade, nuca tinha escutado esse nome, nem da pediatra dos meus filhos...rs
    Ainda bem que o Pepe está bem e que tudo já passou.

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget