4 de agosto de 2012

2 anos, 11 meses e o desfralde. Agora vai!

Comecei a conversar com o Pietro sobre desfralde desde que ele estava pra completar dois anos. Já me falaram um monte que era pra eu arrancar logo a fralda dele, etc. mas detesto esses métodos de abordagem radical quando se trata de hábitos e coisas que influenciam na criança, então preferi fazer tudo sem pressão. 
No começo até me preocupei se ele estaria "atrasado" com o desfralde, mas depois de saber que várias mães estavam na mesma situação que eu, fiquei um pouco mais tranquila.
O fato é que a própria criança vai ficando cada vez mais incomodada com as fezes e a urina, e o desfralde vai sendo um processo natural. Cada um com seu tempo certo. Mudanças bruscas podem até interferir no psicológico da criança, fazendo com que ela prenda o intestino, se retraia, e assim por diante.
Atualmente, as orientações para a primeiríssima infância baseiam-se, em sua maioria, em sinais emitidos pelos principais interessados. É o caso da fralda. Podem estar certos, de que em algum momento, até os 4 anos de idade, eles começarão a dar sinais de que não precisam mais de um bumbum tão forradinho.
Hoje o Pietro acordou, e ao trocar a fralda, eu disse que ia colocar a cuequinha nele. Ao contrário de todas as vezes anteriores, ele não insistiu pra ficar de fralda.
Passou o dia todo de cueca, mas se sujou de xixi e cocô duas vezes, apesar da gente insistir de tempo em tempo para levá-lo ao penico ou ao vaso sanitário. Mas acredito que todo início seja assim, uma questão de treino. Enquanto isso, serão várias trocas de cuequinhas e muito xixi pela casa :)


Um comentário:

  1. Nossa Carol, vai exigir muita paciencia mesmo!!!! Muuuuitos xixis pela casa!

    Parabéns pelo método adotado!!!

    Bjus!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget